«
»

Boletim setembro 2013

Palestra de Suzana Mara C. Vernalha

A 36ª Semana da Comunicação da FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado, contou com a participação do Núcleo, por meio da palestra  Narrativa histórica como valorização de marca. Na plateia, muitos alunos e professores, entre eles: Prof. Dr.  Luis Felipe Ponde – vice-diretor, Profa. Yara Moraes – coordenadora do curso de pós-graduação e Profa. Simone Bambini – coordenadora do curso de Relações Públicas. Filmes publicitários e exemplos de projetos de memória empresarial foram usados para mostrar o quanto essa área está presente no nosso dia-a-dia, e como o mundo corporativo pode beneficiar-se com trabalhos de resgate histórico. Em um cenário altamente competitivo e com consumidores cada vez mais exigentes, a história da empresa, quando bem trabalhada, pode se tornar um importante diferencial no relacionamento com os stakeholders. As perguntas ao final da palestra sinalizaram o interesse crescente pelo tema.

 

Trabalho minucioso de pesquisa

Levantar a participação de fornecedores do setor supermercadista ao longo de 30 anos é o desafio do Núcleo junto a APAS – Associação Paulista de Supermercados. Ler e analisar o conteúdo de publicações, assistir a centenas de vídeos e pesquisar em inúmeras fotos compõem uma tarefa complexa que tem resultado em importantes informações que serão utilizadas pela área de Marketing da Associação. Com a palavra duas profissionais que tem se dedicado integralmente a essa tarefa:

“Com o acesso ao material que reúne 30 anos de reportagens, pude perceber as transformações que o setor supermercadista enfrentou em momentos fundamentais da economia do país. Sem dúvida, o trabalho ajuda a pontuar esses momentos históricos relevantes e que podem balizar estratégias futuras”. Érica Polo, jornalista.

“Considero um trabalho importante e desafiador para o resgate e preservação da trajetória empresarial da APAS, especificamente no que se refere às Feiras de Negócios realizadas ao longo dos anos. Sinto-me privilegiada em poder fazer parte desse projeto do Núcleo de Memória Empresarial.” Martha Rivero, historiadora.

Leitura do Mês por Claudia Cezaro Zanuso

O historiador Jaime Pinsky em seu livro “Por que gostamos de história” afirma que as narrativas históricas nos fascinam desde nossa infância e que, aos trocarmos histórias pela História, tentamos nos situar no presente,  a partir de uma compreensão de nossas raízes culturais, étnicas e familiares. A História, afinal de contas, não é apenas aquilo que aconteceu, mas a maneira pela qual nos apropriamos disso, afirma. Visitar e compreender o passado são tentativas para entender melhor a si mesmo e de buscar – nem sempre com sucesso – explicações sobre o aqui e agora. A essência dessa busca está na observação do escritor e dramaturgo grego Sófocles que, há 25 séculos, observou  que de todas as maravilhas do mundo, o homem é a mais interessante. A fim de gerar narrativas confiáveis, é preciso ser cada vez mais rigoroso na pesquisa e responsável pelo o que se escreve. Para tanto,  historiadores e comunicadores são cada vez mais valorizados para atuarem em Memória Empresarial.

 

18 de setembro de 1950 – Nasce a TV no Brasil

 

A TV Tupi, canal 3 de São Paulo, foi a primeira televisão brasileira e a segunda na América Latina (o México lançou sua TV 18 dias antes). Em relação ao mundo, foi a quinta TV, 14 anos depois das primeiras instaladas na Inglaterra e na Alemanha. Sem que houvesse demanda por essa mídia, na ocasião, o magnata das comunicações brasileiras, Assis Chateaubriand,Chatô, comprou uma estação de televisão dos EUA, a RCA Victor, e importou 300 aparelhos de TV para serem vendidos por uma cadeia de lojas de eletrodomésticos. A rigor, a data de 4 de julho de 1950 marcou a primeira transmissão em circuito fechado, com o Frei José Mojica cantando boleros no auditório do Museu de Arte de São Paulo (MASP). Que feito! Na Praça Dom José Gaspar, localizada no centro da cidade, uma multidão pode assistir, encantada, a imagem do frei cantor, ao vivo. Fonte: BITTENCOURT, Circe. Dicionário de datas da História do Brasil – pág. 215. 2012

This entry was posted on sábado, outubro 5th, 2013 at 20:03and is filed under Sem categoria. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!